Theodor Adorno - Indústria Cultural e Sociedade (2002)


O conceito de Indústria Cultural, cunhado por Theodor W. Adorno (1903-1969) na década de 1950, permanece essencial para a compreensão das características e contradições fundamentais da moderna sociedade capitalista. Nos três importantes ensaios reunidos neste livro, A Indústria Cultural – o Iluminismo como Mistificação das Massas, de 1947 (em co-autoria com Max Horkheimer), Crítica Cultural e Sociedade, de 1949, e Tempo Livre, de 1969, a arguta capacidade de observação e a inteligência crítica de Adorno iluminam, de maneira muitas vezes surpreendente, as diversas faces da relação entre economia, política e cultura no mundo contemporâneo.



Download Aqui
.
Deixe seu comentário!!

0 comentários (deixe o seu!).