O Grande Ditador (1940)


Chaplin afrontou com O Grande Ditador uma nova etapa da história do cinema, a da chegada do som. Sem abusar do diálogo e utilizando muitas técnicas próprias do cinema mudo, do qual sempre participou e defendeu, Chaplin lançou-se mais uma vez contra a enlouquecida sociedade moderna, fazendo uma crítica mordaz em que caricaturiza a ânsia de Hynkel, alter-ego de Hitler, de cujos exaltados discursos, Chaplin realiza em memorável imitação. Já o humano Carlitos é, nesse filme, um barbeiro judeu que sofre de amnésia, enfrentando tropas de choque e perseguição religiosa, ainda que continue a ser o indeciso e distraído personagem de sempre e que, por acaso, se converte no herói da trama. O climax clássico deste filme é o celebre discurso final, um libelo ao triunfo da razão sobre o militarismo.

Elenco:

Charles Chaplin...Adenoid Hynkel
Charles Chaplin...Dictator of Tomania
Charles Chaplin...A Jewish Barber
Jack Oakie...Napaloni
Jack Oakie...Dictator of Bacteria
Reginald Gardiner...Schultz
Henry Daniell...Garbitsch
Billy Gilbert...Field Marshal
Grace Hayle...Madame Napaloni
Carter DeHaven...Bacterian Ambassador

Duração: 128 minutos
Direção: Charlie Chaplin

Deixe seu comentário!!

4 comentários (deixe o seu!).